30 de jul de 2013

Jesus, cheio de compaixão atende a todos


A candura de Jesus e seu amor no trato com as pessoas prende a nossa atenção quando lemos os evangelhos. Quando ele disse: "Eu dou a minha vida, ninguém a tira de mim", não estava falando apenas de sua morte na cruz, mas de sua vida cotidiana, porque ele sempre estava no controle e nunca perdia o equilíbrio. Ele atendia a todos que pediam o seu favor, entrava e saia de qualquer lugar, sempre cheio de amor e compaixão. Ser cristão é ser como Jesus no trato com as pessoas.

Antonio Francisco - Cuiabá, 30 de julho de 2013 - Voltar para Antonio Francisco.