13 de fev de 2013

Sexualidade promíscua


Sexo é para ser praticado, desfrutado, e gozado; mas isso não é o mesmo que banalizar o sexo praticando-o de um modo irresponsável. O sexo é bom e uma das melhores experiências que se possa ter nesta vida que Deus nos deu; mas ele deve ser comprometido e assumido em amor e não como uma expressão de mero prazer erótico, carnal e egoísta. Quem não souber desempenhar sua vida sexual devidamente, logo perceberá que perdeu a própria qualidade dele.

Cuiabá, 13 de fevereiro de 2013 - Voltar para Caio Fábio.

0 comentários: