19 de mai de 2012

O sal da terra e a luz do mundo


Jesus comparou os seus discípulos com o sal e com a luz. Desse modo ele disse que o crente é alguém que é. A vida cristã está na essência do ser. O discípulo é também alguém que dá sabor à vida; o discípulo é alguém diferente; o discípulo é também alguém que se relaciona e influencia. Como o sal o crente se conserva e brilha na cidade e em casa como a luz de Deus. Essa luz se manifesta nas boas obras.

Cuiabá, 19 de maio de 2012 - Voltar para Antonio Francisco.