26 de mai de 2011

O Temor do Senhor

As palavras de A. W. Tozer merecem nossa atenção nesses dias de relatividades, frieza e mercadejo espiritual: “O primeiro sinal da decadência de uma igreja é o abandono do alto conceito de Deus”. A igreja evangélica no Brasil tem perdido esse alto conceito de Deus. Isso é uma constatação, pois conheço a igreja há mais de trinta anos. Sem temor a vida cristã pode ser apenas um engodo religioso.

Deus deixou de ser o nosso temor. Por temor não estou falando de medo ou pavor. O temor a Deus implica em amá-lo reverentemente. Desse modo o temor do Senhor é o nosso tesouro (Is 33.6). Isso deve ser tão pessoal que Deus é chamado “o Temor de Isaque” (Gn 31.42).

As manifestações de Deus no monte Sinai geraram temor a Deus na vida do povo de Israel. Esse temor evitaria que o povo pecasse (Êx 20.20). Quando tememos a Deus evitamos o pecado. Esse é o padrão para servir a Deus. E, ao contrário do que possa parecer, servir a Deus com temor alegra o coração de quem assim procede (Sl 2.11).

Mas, como temer a Deus? O salmista Davi disse: “Vinde, filhos, e escutai-me; eu vos ensinarei o temor do Senhor” (Sl 34.11). Então, podemos e devemos aprender a temer a Deus. Ninguém nasce temendo a Deus. A Bíblia diz que “há no coração do ímpio a voz da transgressão; não há temor de Deus diante de seus olhos” (Sl 36.1). A melhor maneira de mostrar que temos o temor do Senhor é pela obediência. Jesus disse: “Se me amais, guardareis os meus mandamentos” (Jo 14.15).

Nosso proceder diário mostra muitas vezes que não temos o temor do Senhor. O comportamento errado e a facilidade em cometer pecados evidenciam que ignoramos a ira de Deus e o respeito que lhe é devido (Sl 90.11).

O livro de Provérbios destaca bem o valor do temor ao Senhor. Eis alguns exemplos:

“O temor do Senhor é o princípio do saber, mas os loucos desprezam a sabedoria e o ensino” (Pv 1.7). A base da sabedoria é temer a Deus. Quem despreza isso é louco. A verdadeira sabedoria só é conhecida por aqueles que temem a Deus.

“O temor do Senhor consiste em aborrecer o mal; a soberba, a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu os aborreço” (Pv 8.13). O temor do Senhor nos capacita a rejeitar o mal. Agradar a Deus supera todos os interesses.

“O temor do Senhor prolonga os dias da vida, mas os anos dos perversos serão abreviados” (Pv 10.27). Quando andamos em obediência aos mandamentos do Senhor, nossa vida tem a melhor qualidade possível. O contrário também é verdade. Quando alguém anda em desobediência à palavra de Deus, sua vida é diminuída.

“No temor do Senhor, tem o homem forte amparo, e isso é refúgio para os seus filhos” (Pv 14.26). A obediência prazerosa à vontade de Deus nos protege, nos abençoa e também favorece aos nossos filhos.

“Feliz o homem constante no temor de Deus; mas o que endurece o coração cairá no mal” (Pv 28.14). Temer a Deus deve ser um estilo de vida, ou seja, o temor do Senhor deve envolver tudo o que nos acontece o tempo todo.

O profeta Isaías disse: “Ao Senhor dos Exércitos, a ele santificai; seja ele o vosso temor, seja ele o vosso espanto” (Is 8.13). Devemos nos apegar a Deus de tal maneira que não temamos a nada mais e a mais ninguém, senão ao próprio Deus. Esse temor não é um pavor, mas um tesouro (Is 33.6).

Aqueles que confessam fazer parte da igreja edificada por Jesus precisam aprender com a primeira igreja. Lemos no livro de Atos que “em cada alma havia temor” (At 2.43). Aquela igreja edificava-se e caminhava no temor do Senhor, e, no conforto do Espírito Santo, crescia em número (At 9.31). É exatamente isso que precisamos hoje.

Devemos desenvolver a nossa salvação com temor e tremor (Fp 2.12). A fé em Jesus não permite relativismos na caminhada. Recebemos um reino inabalável, por isso, devemos ser gratos servindo a Deus de modo agradável, com reverência e santo temor (Hb 12.28). “Ora, se invocais como Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo as obras de cada um, portai-vos com temor durante o tempo da vossa peregrinação” (1Pe 1.17). O nosso comportamento deve ser cheio de temor (1Pe 3.2).

Antonio Francisco - Cuiabá, 26 de maio de 2011 - Voltar para Mensagens.

2 comentários:

Mais um post lido e pronta pra ser posto em prática.

De:
Josymar

Esta mensagem veio de encontro ao que recebi em oração, tenha certeza que edificou minha vida e edificará toda uma igreja neste final de semana.
Deus o abençoe e continue te usando debaixo deste temor maravilhoso do Senhor.
Grd abraço