31 de dez de 2010

Deus ensina a todos

Jesus disse: "Um só é vosso Guia, o Cristo" (Mt 23.10). Jesus é o Guia dos que crêem. Ele e apenas ele é digno de nossa plena confiança, pois ele nos guia e faz isso com todos os que nele põem a sua confiança. É maravilhoso saber que todos são ensinados por Deus indistintamente, sem acepção de ninguém. O Espírito Santo unge a todos e fala com todos. Não existe uma classe seleta para Deus.

"E acontecerá nos últimos dias, diz o Senhor, que derramarei do meu Espírito sobre toda carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão, vossos jovens terão visões, e sonharão vossos velhos; até sobre os meus servos e sobre as minhas servas derramarei do meu Espírito naqueles dias, e profetizarão. Mostrarei prodígios em cima no céu e sinais embaixo na terra: sangue, fogo e vapor de fumaça. O sol se converterá em trevas, e a lua, em sangue, antes que venha o grande e glorioso Dia do Senhor. E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo" (At 2.17-21).

Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, o Espírito Santo veio sobre todos os que estavam assentados aguardando o que fora prometido pelo Senhor Jesus. Pedro se levantou com os demais apóstolos e disse ao povo que aquele acontecimento era o cumprimento do que disse o profeta Joel, conforme o texto citado.

A descida do Espírito Santo deu início à “idade messiânica”, o começo da Nova Aliança autenticada com o sangue de Jesus derramado na cruz do Calvário. Estamos nos últimos dias desde então. E, conforme a promessa do Senhor, seu Espírito seria derramado sobre todas as pessoas, sem distinção de sexo, idade ou condição social. Estamos no tempo onde o Espírito Santo de Deus fala através de todos os que vivem em Jesus.

A promessa de Deus na restauração de seu povo foi: “Dar-vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne. Porei dentro de vós o meu Espírito e farei que andeis nos meus estatutos, guardeis os meus juízos e os observeis” (Ez 36.26-27). Esse é o diferencial na comunidade dos remidos do Senhor – o Espírito Santo. Ele regenera (Tt 3.4-5) e nos capacita a andar nos caminhos do Senhor em obediência. É maravilhoso saber que todos os que andam com Jesus na caminhada da vida possuem unção que vem do Espírito Santo, e todos têm conhecimento da verdade, porque ele é o Espírito da verdade (Jo 16.13). Essa unção que recebemos é permanente em nós e não precisa que alguém nos ensine, pois essa unção nos ensina verdadeiramente a respeito de todas as coisas (1Jo 2.20, 27).

Os dons espirituais fazem parte da comunidade dos discípulos de Jesus. O texto de Atos 2.17-18 diz que os filhos, as filhas, os servos e as servas profetizarão. Jesus deu dons à igreja para que sirvamos uns aos outros para o bom desenvolvimento cristão (1Co 14.1; Ef 4.11-16). Mas, os dons não devem gerar hierarquia entre nós. Entre nós não existe classes, categorias, maiores, menores, melhores, piores. Somos todos irmãos, somos todos iguais, somos todos diferentes, pois foi assim que Deus nos criou (Mt 23.8-12).

Entre nós não existe um porta-voz de Deus especial, distinto. É bem verdade que temos um pastor que atua como um mentor da comunidade, mas isso não significa que ele apenas seja o sacerdote do povo, até porque todos são sacerdotes (1Pe 2.9-10). “As pessoas que tratam os líderes como se eles possuíssem uma unção especial são as que correm mais risco de serem enganadas por eles”. Todos têm unção e conhecimento (1Jo 2.20). “Ora, os dons são diversos, mas o Espírito é o mesmo” (1Co 12.4). Entender isso faz toda a diferença na vida da comunidade. “O vento sopra onde quer” (Jo 3.8). Você nunca sabe o que Deus quer fazer, como quer fazer e com quem quer contar para determinada situação. “Quem tem ouvidos para ouvir, ouça” (Mt 11.15).

Jesus disse: “Ninguém pode vir a mim se o Pai, que me enviou, não o trouxer; e eu o ressuscitarei no último dia. Está escrito nos profetas: E serão todos ensinados por Deus. Portanto, todo aquele que da parte do Pai tem ouvido e aprendido, esse vem a mim” (Jo 6.44-45). Ser Comunidade do Caminho não é fazer a igreja acontecer, é ver Jesus edificando a sua igreja (Mt 16.18). Nossa parte é ser em Jesus. Enquanto somos, o Senhor acrescenta os que são salvos (At 2.42-47). Ninguém vem se o Pai não trouxer. E os que vêm são ensinados por Deus a andarem com Jesus. Entre nós cada um se revela se veio trazido pelo Pai e se está ouvindo o Pai.

Entre nós a porta está sempre aberta para quem quiser entrar, ficar, ou sair. Estamos convictos de que há pastagem para todo o rebanho (Jo 10.9). Não temos membresia, temos comunhão (At 2.44). Não temos uma cartilha, temos um guia (Jo 16.13). Não temos regras a serem seguidas, temos a luz da Palavra que nos ilumina (Sl 119.105). Não temos obrigação de dar dinheiro para a igreja, temos liberdade de contribuir com alegria (2Co 9.7). Entre nós tudo é permitido, mas nem tudo convêm (1Co 6.12). Não julgamos uns aos outros, pois cada um dará contas de si mesmo a Deus (Rm 14.4, 12). Todos os que são ensinados por Deus não se desviam para a direita nem para a esquerda. Eles conhecem o caminho e andam por ele (Is 30.21; Jo 14.6).

Antonio Francisco - Cuiabá, 31 de dezembro de 2010 - Voltar para Um novo caminho.

2 comentários:

Estou muito feliz com as suas palavras aqui mencionadas e por fazer parte desta comunidade, onde estamos vivendo exatamente isto que você descreveu. É algo novo que eu nunca tinha experimentado. Não é religião, é vida com Deus. Não é formalismo, nem regras nem ritos. É algo leve e totalmente dirigido pelo Espírito Santo de Deus. Meu coração exulta em fazer parte da Comunidade do Caminho.

Nunca tive tão bemm como nos dias de hoje,conheço as coisas erradas mais não faço,porque sou guiado pelo esprito santo,isso e muito bom de viver..
só tenho agradecer a os irmãos da fé e o Pastor ..
Obrigado por ensinar as palavras de
Deus ...